Historial da Sociedade Filarmónica Galveense

A Sociedade Filarmónica Galveense, fundada em 01de Dezembro de 1930, esteve desde sempre vocacionada para o ensino da Música, de onde saíram grandes nomes do panorama musical Português. A Banda da S.F.G. atingiu o seu auge aquando da sua deslocação à Feira Popular de Lisboa no ano de 1947 a fim de realizar dois concertos, cujos originais e composições foram do Regente, Maestro João P. Mineiro. Depois de várias actuações sempre muito apreciadas, das quais destacamos Estremoz e Portalegre, a Banda passa por um momento difícil. Mas eis que chegam os anos 80 e com eles surgem novamente os êxitos para a Banda da S.F.G, voltando novamente a Lisboa, desta vez na Casa do Alentejo com dois maravilhosos concertos, destacando-se o último em que a Banda foi dirigida por quatro Maestros (Sr. Gilberto Varela, Sr. José Maria Bernardo, Sr. Formigo e Sr. José Manuel Marquês). Depois, bem depois, foi novamente o atravessar do deserto com a Banda a passar por momentos menos bons da sua carreira. Em Março de 1989 surge em Galveias, com o objectivo de formar uma Escola de Música, o Sr. José Vicente, professor de Música na Escola Preparatória de Vila Franca de Xira. Renasce a esperança. Mais uma vez Galveias mostra que é uma Vila com enormes tradições musicais. Tais objectivos são interrompidos pelo falecimento de um familiar do Maestro, deixando assim a Escola de Música órfã. Passado este período menos bom, e com grandes esforços dos sucessivos órgãos sociais da Colectividade, foi o renascer da Banda, no início dos anos 90, com elementos da Banda e da Escola da Música, a qual se mantém até aos dias de hoje.

Em 2005, ano das bodas de diamante da Colectividade, a Banda participou em diversas iniciativas para comemorar a data, destacando-se o seu 5º. Festival de Bandas Filarmónicas e o Concerto na Casa do Alentejo, participou ainda em Festivais a convite de outras Bandas onde efectuou diversos concertos, quer na região quer no país, tendo conseguido assinaláveis êxitos em todas as suas participações. Para culminar com os êxitos que tem vindo a alcançar a Banda foi convidada pela Casa do Alentejo de Toronto – Canadá e Câmara Municipal de Ponte de Sor para participar no período de 14 a 22 de Outubro, na 21ª. Semana Cultural Alentejana onde realizou quatro magníficos concertos.

No ano de 2006, e na continuação da senda dos êxitos alcançados nos últimos tempos, deslocou-se a Cabo Verde, às ilhas de Santo Antão e São Vicente onde realizou 5 magníficos concertos, no qual se destaca um integrado no Festival 7 Sóis 7 Luas em Ribeira Grande para cerca de 5.000 pessoas e outro na cidade do Mindelo.

A Banda conta actualmente com trinta e cinco elementos, com uma média de idades de 18 anos, e cerca de 12 alunos na Escola de Música, contribuindo assim para o reforço e rejuvenescimento da Banda de Música, com a coordenação, desde Julho de 2004, do Maestro Capitão Sílvio Lindo Pleno.